Mini Bar: “O Chalet do Príncipe do Chiado”

Mini Bar: “O Chalet do Príncipe do Chiado”

Este jantar era merecido e íamos com vontade. Tínhamos de comemorar a alteração na vida de quatro pessoas, para todo o sempre e isso para além de poético é bonito. Como os 4 gostam de comer e comida, vá de experimentar. 
Já todos tínhamos ido ao Belcanto, uns à Pizzaria, outros ao Cantinho, nenhuns ao Café. 
Vamos entrar, que cá fora está frio!
Recebidos cordialmente, passamos à mesa, que é a pior da casa (as redondas ao centro, mais próximas da casa de banho, sem nenhum respaldo a não ser um pilar). Paciência, não se pode ter tudo. 

Então e o que vamos comer? bem, basicamente...tudo...demorámos uma eternidade a escolher, para chegar à conclusão que queríamos provar:

1) margarita de maça e hortelã, 

2) caipirinha Belcanto, 

3) “frango assado” com creme de abacate e requeijão, piripiri e limão, 

4) Abacate em tempura com kimchi desidratado, rebentos de coentros, lima e limão, 

5) “Brusqueta” de foie gras confitado, parmesão, figo pingo de mel e balsâmico, 

6) “Cornetto” temaki de tártaro de atum com soja picante, 

7) Nuggets de bacalhau, emulsão à “Bulhão Pato”, 

8) Vieiras Salteadas com sabores Thai, 

9) Bacalhau à Brás, 

10) Tataki de novilho com mostarda Dijon pimenta preta e flor de sal fumada, 

11) Arroz de vitela com parmesão e acho que já chega. Até me falta o ar!

E disto tudo o que é que ficou na retina? Definitivamente:
4) Crocante por fora, maduro por dentro, quente e frio, muito boas sensações;
7) Ui...ingleses, esqueçam toda e qualquer forma de ciência que tenham adquirido com fish&chips, Mr. Avilez has won;
9) O quê? Isto pode ser feito assim? Tão cremoso? O que é isto? Mousse de bacalhau à braz? 
11) Confort food. Não tem nada de especial (em termos de ciência, apresentação, fogos de artifício, etc. É simplesmente carinho num tacho.
E as sobremesas? ah...isso...bem, então yogurte e mascarpone, avelã ao cubo e encharcada enlatada. Boas, mas ainda melhores porque acompanhadas de uma prova de vinhos de sobremesa. 


Casa porreira, com uma sala de cocktails e fumo antes da sala principal, muitos recantos para jantar. Ambiente mais obscuro e forçado, ligeiramente carregado e formal, representativo do seu preço, que depois é atenuado, pela posição de sentar, mais descontraida que o preço indica. 
Em termos de serviço, não começámos muito bem (mas foram os primeiros 5 minutos), com funcionários a perguntarem-nos se já tinhamos escolhido sem termos lista, e um bemvindos ao Mini Bar, depois de já termos escolhido. Nada de grave, e tudo suplantado pelo decorrer da refeição. 
Só há uma pessoa com rastas na sala. Alapem-se a ele, que merece a pena. 
Só no fim, depois de se pagar a conta e já de saída é que a coisa se estragou um bocado. No início, pediram-nos os casacos, que é um procedimento relativamente standard, em restaurantes deste gabarito mas...não se guardam na sala de fumo!!!
Parecia que tinha acabado de sair do Incógnito às 5 da manhã...que fedor a tabaco nas peças de roupa! 
Não me parece plausível, especialmente para quem não fuma. 


IKEA HEMNES Roupeiro c/2 portas deslizantes 299€ /ud em Preto Castanho. (sempre deve criar algum tipo de barreira em relação ao fumo). 


 

 

Restaurante T'Chef: Edição Comemorativa

Restaurante T'Chef: Edição Comemorativa

O coleccionador de Sementes

O coleccionador de Sementes