All in Pessoas

Quando é que passa de caro a obsceno?

Ganha-se o gosto. E consegue ser vertiginosa. Como em todas as descobertas de novos mundos, tudo é deslumbrante. Mais ingredientes, mais preparações, mais pessoas, partilha de experiências, mais restaurantes, pessoas que comungam dos mesmos interesses, tudo. A história, as estórias sobre a história, a evolução ao longo dos tempos. Válido para gastronomia, entre tantas outras temáticas. 

Feitoria: Hoje presta-se vassalagem.

Algo que desvia logo o olhar, aligeira os lábios para o sorriso, suscita curiosidade: uma prensa para o Caneton do Tour d'Argent. Falamos de um equipamento de tortura, uma prensa desenhada para estar ao lado de uma mesa, em que após serem servidos os peitos e coxas de um pato, a carcaça, incluindo ossos, pele e entranhas, são ritmadamente apertadas, e apertadas, com estalidos vários de partes a partirem-se e a serem espremidas...

Claro. Para memória futura.

Há aqui qualquer coisa de muito especial e específico.
Aqui não se “brinca” com a comida. Aqui faz-se comida, portuguesa, genuína, com cuidado bastante cuidado e procura-se que o seu sabor seja de facto memorável.
Se está no prato é comestível. E por comestível, entenda-se que não é decorativo ou acessório. É essencial na conjugação criada, por quem a criou, para ser assim comida.

O Sol quando nasce é para todos (JAS e a gastronomia)

Quanto ao ódio estrangeiro queiram remover ou evitem por favor servir ao autor pelo o penne vegetariano n'O Polícia, o caviar e o Foie n'o Gambrinus (esse famoso rei...da Flandres), o polvo à Galega e o tornedó aux champignons n'o Solar dos Presuntos, o tártaro, bisque, escargot ou scampi n'o Pabe em Lisboa, a lagosta Thermidor, ou o linguado Meunier n'o Porto de Santa Maria no Guincho, só para falar de Lisboa. Retirem também de todas as montras metade da doçaria, como o bolo-rei (sacrilégio, que é francês), mousse, metade dos pudins, éclaires, duchaisses, bolas de Berlim e tantos outros. Orgulhosamente sós, como noutros tempos. 

Façam as vossas apostas Michelin.

Há os que as amam e os que as odeiam. Países que se querem livrar delas, Chef's que se suicidam quando as perdem, gente diz que duplica facturação e tem sala cheia durante os próximos 365 dia graças a isso. Isto é de facto a matéria de que os mitos são criados, e o próximo dia 23 de Novembro, marcará indelevelmente o ramo da Gastronomia em Portugal.

Munchie's Chef's Night Out

O site MUNCHIES, possui uma série chamada "Chef's Night Out", que vai actualmente na sua sexta temporada. Retrata bem, o que é a vida de pessoas comuns, que ganham a vida dentro de uma cozinha: não apreciam estar lá dentro no seu dia de folga, mas também não se afastam demasiado. 

DiverXO

O não alinhado. David Muñoz, 36 anos 3 estrelas Michelin que fugiam a Madrid à 20 anos. Madrid, essa cidade que possui mais 2 estrelas Michelin do que quase todas as cidades do mundo. 

LEOPOLD + BOI-CAVALO@Baixa House

O convite para sentar, ali na cozinha, a um metro da bancada se tanto. Cabemos todos estamos confortáveis, iniciemos.
A audiência escuta, em posicionamento semelhante ao da última ceia, quem pintou o quadro. E o que eles dizem é de sobremaneira importante. Por chavões que sejam, a falta de tempo para se encontrarem, o querer sair da zona de conforto, o trabalhar local e sazonal...

Cinema & Gastronomia (3 de 4)

Hoje dia 17 de Julho serve-se carne servida a 17 de Julho, que premeia 8 exercícios de auto-afirmação: publicações de “chefs”, para gáudio da sua legião de fãs, para compreensão daquilo que fazem, para memória futura do expoente que cada um representa perante os seus pares.

GO PORTUGAL!

José Avillez a passar numa série de lares pelo mundo inteiro, à boleia do CNN International Culinary Journeys. 

Este programa é emitido apenas uma vez por mês, e por isso possui alguma relevância. Estão dois artigos na página principal do site, com dois conteúdos bastante interessantes

Tanto Verão

Tanto Verão. Nas cores, na esplanada, na comida. Um yin e yang de mesa, porque serviço não é apenas sorrir quando nos atendem mas todos os outros detalhes antes de chegarmos e depois de sairmos. @champanheria do largo